Terça, 23 Maio 2017

 

PEC 241/2016: um futuro congelado e sem perspectiva para o povo brasileiro


Leia Mais

Pacote com 55 ameaças aos direitos dos trabalhadores tramita no parlamento


Leia Mais

A audiência que se tornou popular


Leia Mais

Audiência Pública discute excessos da PM e reintegração de posse no Campus Palhoça


Leia Mais

Gilberto Carvalho debate desafios e perspectivas para o país em São Domingos


Leia Mais

Juízes e Promotores têm atestado de idoneidade vitalício?


Leia Mais

As dez medidas como projeto de poder


Leia Mais

Seminários Macrorregionais tem última rodada em Lages para discutir retrocessos e estado mínimo que vivemos no pós-golpe


Leia Mais

PT antecipa a eleição das direções municipais, estaduais e nacional


Leia Mais

Reuniões Microrregionais começam nesta sexta-feira em Araranguá


Leia Mais

PEC 241/2016: um futuro congelado e sem perspectiv...

Pacote com 55 ameaças aos direitos dos trabalhador...

A audiência que se tornou popular

Audiência Pública discute excessos da PM e reinteg...

Gilberto Carvalho debate desafios e perspectivas p...

Juízes e Promotores têm atestado de idoneidade vit...

As dez medidas como projeto de poder

Seminários Macrorregionais tem última rodada em La...

PT antecipa a eleição das direções municipais, est...

Reuniões Microrregionais começam nesta sexta-feira...

Décio Lima é o novo presidente eleito do PT-SC

O novo presidente do Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina (PT-SC) é o deputado federal Décio Lima. Ele foi eleito durante o 6º Congresso Estadual do PT-SC, que aconteceu neste final de semana, dias 6 e 7, em Lages, região Serrana do estado. Décio venceu por 222 votos e sucede o ex-deputado federal Claudio Vignatti.

O último dia de Congresso teve diversas discussões sobre política de finanças no partido, alianças para 2018 e votações de emendas feitas na tese guia, da chapa do deputado estadual Dirceu Dresch, que foi eleita no sábado (6). Além disso, houve uma intervenção da Juventude do PT, onde eles pediam um fundo partidário de 5% para atividades, que também foi aprovada por unanimidade.

O Movimento Negras e Negros do PT de Santa Catarina apresentou um manifesto, pedindo mais participação na política partidária, pois “apesar das cotas, ainda continuam invisíveis no partido”, de acordo com o texto lido por Vanda Pinedo.

 

Claudio Vignatti, que passou o bastão para Décio, afirmou que foi uma vitória que mostra a união partidária. “Esse processo não é vitória de um ou de outro, se nós quisermos governar esse país novamente, precisamos sair com uma força partidária unida. E essa força partidária não é A, B ou C, é o Partido dos Trabalhadores. Fui desafiado e topei o desafio, pois isso é feito para quem tem coragem, que é minha virtude de formação. Eu também continuo defendendo que os melhores quadros devem ocupar a executiva do partido para a gente construir a candidatura do Lula e fazer o enfrentamento anti-golpista no estado”, afirmou Vignatti.

Para o recém-eleito a presidente do PT-SC, Décio Lima, o país vive um processo de recessão institucionalizado daqueles que tentam criminalizar aqueles que lutam pelo Brasil. Ele fez menção a Pedro Uczai e Matusalém dizendo que não há demérito nenhum na disputa da democracia, ou estabelecer em maioria ou minoria, pois essa é a natureza daquilo que o partido defende como a essência da democracia.

“Parabenizo meus companheiros pela disputa, por aquilo que queremos construir, nesta arena da burguesia, do poder econômico, que não é a arena do povo trabalhador do campo e da cidade, dos humildes com expressão para que nós possamos erguer um processo civilizatório no nosso país”, disse Décio.

Ele ainda afirmou que mostrará na prática como sua base sempre o reconheceu, ao longo de nove eleições que disputou. “Jamais vou abdicar da horizontalidade, da presença de todas as forças e de todos os pensamentos. Jamais teremos hegemonias neste processo, não há verdades absolutas, o que há é um encorajamento que nós precisamos ter para construir os caminhos que estão colocados na sociedade para o nosso país diante dessa pauta do subdesenvolvimento que está corroendo as conquistas e os legados do povo brasileiro. Está sobrando pouca coisa para se retirar do povo trabalhador”, conta.

Ele ainda usou o exemplo do México, para ressaltar que a luta do partido, precisa ser forte e eficaz neste momento. “Lá não existe mais aposentadoria pública, não existe mais movimento sindical, nem emprego naquele país. Há apenas uma relação selvagem, medieval entre capital e trabalho. É esse o momento que estamos vivendo, mas esse também é um grande momento. Como o filiado número 2 do PT em Santa Catarina, posso dizer que nunca vi um momento tão entusiasmante para a gente erguer a causa dos trabalhadores”, concluiu.

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

NOTA DA BANCADA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA

23 Maio 2017
NOTA DA BANCADA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA

O governo Colombo vive nos dias atuais sua pior crise, após ter o nome do governador e de agentes públicos de primeiro escalão citados por diferentes delações, nos casos de recebimento de propina da Odebrecht e da JBS/Friboi nas eleições de 2014. Fatos esses agravados pela saída do governo, no...

Cerca de 30 ônibus partem de SC com destino ao Ocupa Brasília

23 Maio 2017
Cerca de 30 ônibus partem de SC com destino ao Ocupa Brasília

As ruas de Brasília serão ocupadas pelo povo brasileiro, que exige a saída de Temer e eleições diretas para a Presidência da República, nesta quarta-feira (24). As pautas foram convocadas para barrar as reformas do governo golpista, como a da Previdência e dos direitos trabalhistas, mas a reviravolta na conjuntura...

José Álvaro de Lima Cardoso: A delação dos donos da JBS e o verdadeiro custo do golpe no Brasil

23 Maio 2017
José Álvaro de Lima Cardoso: A delação dos donos da JBS e o verdadeiro custo do golpe no Brasil

Na recente delação feita pelos donos da JBS, um deles afirmou que a empresa desembolsou, entre 2010 e 2017, mais de 1 bilhão de reais em propinas. Segundo versão da turma que coordena a Lava Jato a quantidade de propina pagas alcança algo em torno de dois bilhões de dólares....

URGENTE: Movimentos sociais pedem impeachment de Colombo

23 Maio 2017
URGENTE: Movimentos sociais pedem impeachment de Colombo

Representantes de Movimentos Sociais protocolaram pedido de impeachment do governador Colombo, por crime de responsabilidade, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, na manhã desta terça-feira (23). O pedido traz a auditoria promovida pelo TCE/SC, que apontou a prática ilegal da "doação" pela Celesc ao Fundosocial, entre 2015 e 2016, no...

PTSC no Twitter

PED 2017 - Documentos

Golpe en Brasil: Genealogia de una Farsa

Acesse nosso Canal no Telegram

Cartilha, Direito de Resposta

Cartilha, Em defesa do PT

Recursos Federais em SC

Nosso Endereço

Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina.
Praça Olívio Amorim, 36, CEP: 88.020-090, Florianópolis - SC
Fone/Fax: 48 3028-6313

Receber informativo

Entrar em Contato

Email:
Assunto:
Mensagem:

Sites Importantes