Quinta, 29 Junho 2017

 

Tese sobre militância petista é defendida na Universidade Federal de Santa Catarina


Leia Mais

Santa Catarina registra mobilizações em nove cidades contra os retrocessos de Temer


Leia Mais

Elivane Sechi: MEDO, RESISTÊNCIA E COVARDIA


Leia Mais

Nota de apoio do PT-SC à GREVE GERAL


Leia Mais

6º Congresso Estadual do PT-SC define a nova direção do partido neste final de semana


Leia Mais

Décio Lima é o novo presidente eleito do PT-SC


Leia Mais

Nota em conjunto do PT-SC, PDT e PCdoB sobre as denúncias que desmascaram bloco golpista


Leia Mais

NOTA DA BANCADA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE SANTA CATARINA


Leia Mais

Gleisi é eleita a primeira mulher presidenta nacional do PT


Leia Mais

Cerimônia de posse da nova direção do PT/SC acontece nesta quarta-feira


Leia Mais

Tese sobre militância petista é defendida na Unive...

Santa Catarina registra mobilizações em nove cidad...

Elivane Sechi: MEDO, RESISTÊNCIA E COVARDIA

Nota de apoio do PT-SC à GREVE GERAL

6º Congresso Estadual do PT-SC define a nova direç...

Décio Lima é o novo presidente eleito do PT-SC

Nota em conjunto do PT-SC, PDT e PCdoB sobre as de...

NOTA DA BANCADA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES NA AS...

Gleisi é eleita a primeira mulher presidenta nacio...

Cerimônia de posse da nova direção do PT/SC aconte...

Seminários Macrorregionais tem última rodada em Lages para discutir retrocessos e estado mínimo que vivemos no pós-golpe

Os Seminários Macrorregionais do Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina tiveram a última rodada nesta quinta-feira (1), em Lages. Com o objetivo de debater sobre as medidas do governo Termer contra o povo brasileiro, os seminários que aconteceram em São Miguel do Oeste, Chapecó, Canoínhas, Concórdia, Joinville, Blumenau, Rio do Sul, Criciúma, Florianópolis e Lages, contaram com a presença de diversas lideranças petistas, incluindo deputados federais e estaduais do partido, além do presidente do PT-SC, Claudio Vignatti.

Um dos temas abordados em todas as reuniões foi a PEC 55 (antiga 241), que durante esta semana foi aprovada em primeiro turno no Senado. A PEC do teto dos gastos públicos ou, como foi nomeada “PEC da morte”, nome dado por ela congelar por 20 anos gastos com a saúde, educação e assistência social, significa retrocedermos uns 40 anos na conquista de direitos sociais.

O Brasil é um dos países mais desiguais do mundo, onde a diferença entre os ricos e pobres é maior, mesmo nos governo do PT, que incluíram mais de 35 milhões de pessoas na classe média, reduzindo a pobreza extrema em 75%, os ricos continuaram numa tendência mundial aumentado seus ganhos. Algumas conquistas nas áreas de saúde, educação e moradia foram substanciais ao longo dos 13 anos de gestão do PT. Mas isso só foi possível porque o Estado trabalhou como indutor de políticas sociais, ou seja, os governos do PT atuaram numa linha de fortalecimento do Estado.

Para Vignatti, o país viveu em pleno emprego, o governo do PT mostrou que outro mundo era possível. “Tivemos experiências extraordinárias do sonho de que o povo poderia melhorar de vida. Nós conseguimos ter uma hegemonia de políticas públicas na América Latina para a população que mais precisa, por isso, eles precisaram armar o golpe, para trazer essa PEC e outras reformas que irão destruir direitos conquistados", ressaltou.

Os golpistas que assumiram o poder querem dilapidar o Estado brasileiro, deixando que o capital regule as relações comerciais e sociais, ora nesta lógica, sem a intervenção do Estado, é certo que vamos regredir muito na conquista de direitos.
Na perspectiva econômica, o economista técnico do Dieese, José Álvaro de Lima Cardoso, explicou que nunca viu um tabuleiro de conjuntura tão complexo para analisar. De acordo com ele, existe uma crise internacional inédita, a pior de todas e podemos ainda ficar vários anos nela. Outro aspecto é a crise nacional, com a política neoliberal, ainda de acordo com ele.

"Em nenhum lugar do mundo a saída neoliberal deu certo em uma crise. Se a gente for pensar, que bloco de interesses tiraram a Dilma do governo? Pontuo três, o primeiro deles são os ladrões, o pessoal que não queria que a lava-jato chegasse em seu nome e não serem presos. O segundo bloco são os super-ricos, que visavam retirar direitos, a CLT também está em jogo. O terceiro bloco de interesses é o império. O que os EUA querem apoiando o golpe? A nossa matéria prima: Amazônia, minerais e a água, além de nossa soberania, a geopolítica", pontuou José Álvaro.

Mas será mesmo que é preciso cortar gastos públicos? Onde o Estado gasta mais? No gráfico acima, a divisão das despesas do governo, nele, fica claro que quem mais se beneficia da dívida pública são os banqueiros, ou seja, o governo está tirando dos pobres para dar aos banqueiros.

0
0
0
s2sdefault

Últimas Notícias

PT/SC realiza grande encontro de lideranças na região Sul, nesta sexta (23)

22 Junho 2017
PT/SC realiza grande encontro de lideranças na região Sul, nesta sexta (23)

Começa pelo Sul do Estado, em Içara, a rodada de plenárias por Macrorregiões do Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina (PT/SC). Com uma agenda que inclui todas as regiões do estado, o presidente do PT/SC, deputado federal Décio Lima, junto com lideranças e a militância da região Sul realiza ciclo...

Nova direção do PT/SC toma posse em evento na FECESC

19 Junho 2017
Nova direção do PT/SC toma posse em evento na FECESC

Com o auditório da FECESC lotado, a cerimônia de posse da nova direção do Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina (PT/SC) aconteceu na última quarta-feira (14). O partido passa a ser comandado pelo deputado federal Décio Lima, que foi eleito durante o 6º Congresso Estadual do PTSC, que aconteceu em...

Claudio Vignatti: Encerra-se um ciclo para outro começar, com renovação de esperança e fôlego para a luta

13 Junho 2017
Claudio Vignatti: Encerra-se um ciclo para outro começar, com renovação de esperança e fôlego para a luta

Neste momento, chega ao fim um ciclo de quatro anos que passei à frente do Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina. Foi uma honra e um imenso desafio ser o presidente estadual do maior partido de esquerda do país, encarando uma das maiores, senão a maior crise política da história...

Cerimônia de posse da nova direção do PT/SC acontece nesta quarta-feira

13 Junho 2017
Cerimônia de posse da nova direção do PT/SC acontece nesta quarta-feira

A cerimônia de posse da nova direção do Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina (PT/SC) acontece nesta quarta-feira (14). O partido será comandado pelo deputado federal Décio Lima, que foi eleito durante o 6º Congresso Estadual do PTSC. O ato de posse acontece na FECESC, em Florianópolis, às 19h. O...

Credenciamento de delegados para o 55º Congresso da UNE é realizado em SC

07 Junho 2017
Credenciamento de delegados para o 55º Congresso da UNE é realizado em SC

O credenciamento dos delegados para participar do 55º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) – que acontece entre os dias 14 e 18, vai eleger a nova direção da entidade, na Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte –, aconteceu nesta terça-feira (6), na sede da União Catarinense...

PT aprova Resolução sobre a violência contra mulher em seu 6º Congresso Nacional

06 Junho 2017
PT aprova Resolução sobre a violência contra mulher em seu 6º Congresso Nacional

O 6º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores foi marcante para a história do partido. Entre suas marcas, certamente estão as conquistas das mulheres, simbolizada pela “Campanha Partido Sem Machismo”, organizada pelas jovens. É a organização coletiva das mulheres que nos permite dar suporte para que as mulheres avancem na...

PTSC no Twitter

PTSC no Facebook

Acesse nosso Canal no Telegram

Cartilha, Direito de Resposta

Recursos Federais em SC

Nosso Endereço

Partido dos Trabalhadores de Santa Catarina.
Praça Olívio Amorim, 36, CEP: 88.020-090, Florianópolis - SC
Fone/Fax: 48 3028-6313

Receber informativo

Entrar em Contato

Email:
Assunto:
Mensagem:

Sites Importantes